Postagens

Vila Yolanda pode ser a nova aposta do mercado imobiliário de Osasco

Imagem
O Vila Yolanda é um bairro pouco conhecido na Zona sul da cidade de Osasco, que ultimamente se destacou pela finalização do segundo trecho da Avenida Visconde de Nova Granada, que foi contemplada com uma ampla ciclovia e iluminação de LED.

O bairro já foi muito conhecido na cidade, pois nele era instalada a grande transportadora Transdroga, que fez com que suas ruas sempre ficassem cheias de caminhões e funcionários da empresa, além do centro de vivência, que continha quadras poliesportivas e duas piscinas públicas. Todavia, o progresso chegou aos bairros da região centro-sul de Osasco e a Vila Yolanda ficou esquecida. É como se o córrego João Alves fosse uma cortina que impedisse o bairro de progredir. Agora, com o trecho da Visconde concluído, o bairro recebeu imediatamente a construção de um Hipermercado Rossi, entre a Rua Justino Alves Batista e a Nova Granada, o que pode significar um start para o desenvolvimento do local.


A UNIESP foi outra empresa que decidiu investir na Vila Yol…

Uma viagem pela arquitetura simplista que conta muitas histórias escondidas nas ruas de Osasco

Imagem
Osasco tem história pra contar! E com história, não me refiro ao primeiro voo da América Latina ou ao passado industrial da cidade (apesar de tudo isso estar interligado), mas sim da história contada pelos osasquenses que viveram, evoluíram e firmaram suas raízes na cidade. Essas histórias são contadas pelas construções que vemos quando saímos das principais avenidas da cidade.

A cidade como bem entendemos nasceu apenas (oficialmente) há 56 anos, quando em 1962, o sim venceu o não na votação para definir se o Distrito de Osasco seria emancipado da Capital Paulista ou não. Todavia, temos muito mais tempo de história pra contar, desde Raposo Tavares, que ajudou a fundar a Vila de Quitaúna (Atual bairro Quitaúna), até a chegada de Antônio Agu seguida da explosão industrial.  


A história da nossa cidade vai além dos registros oficiais, afinal, quem realmente construiu Osasco foram os osasquenses! Sejam eles imigrantes Italianos, Armênios, Russos, Alemães, Portugueses ou os mais recentes mig…

Osasco está seguindo o perigoso caminho da verticalização e gentrificação

Imagem
Desde meados de 2010 é comum que motoristas recebam folders divulgando novos lançamentos de condomínios residenciais ou empreendimentos empresariais nos semáforos de Osasco. Os empreendimentos realmente são lindos, e muitas vezes luxuosos, mas até que ponto essa verticalização é benéfica para a cidade?

Osasco possui 696 382 habitantes, segundo o senso do IBGE de 2016. Esse número com certeza vem aumentando devido ao  crescente lançamento de conjuntos residenciais, em especial nos bairros mais periféricos, como Padroeira e Jardim Conceição, e isso pode ser um sinal de que em poucos anos a qualidade de vida do osasquense pode piorar, tanto nos dados do IDH, quanto na prática do dia a dia da população.

A gentrificação também é muito perceptível no eixo centro-sul da cidade, boa parte da população está se dando conta de que diversas casas de médio/baixo padrão estão dando lugar à Condomínios verticais de alto padrão. Esse acontecimento torna o comércio local, impostos e estilo de vida em ge…

"50/30/20", um novo Programa Habitacional para Osasco

Imagem
Desde a gestão Emídio (PT), a Prefeitura de Osasco têm um Programa Habitacional que consiste na retirada de famílias que moram em áreas irregulares, que passam a receber um auxílio aluguel no valor de R$ 300,00 até serem realocadas definitivamente em Conjuntos Habitacionais construídos pela Prefeitura em determinadas áreas da cidade. O programa em si pareceu funcionar durante muitos anos, todavia a cidade começou a ficar sem espaço e o Déficit Habitacional passou a crescer novamente com a chegada de novas famílias sem um "teto regular" na cidade, que por sua vez buscam o assistencialismo oferecido pelo município. 


O Programa "50/30/20" consistiria na construção de um condomínio residencial por uma construtora e incorporadora que vencesse a licitaçãopromovida pela Prefeitura de Osasco em busca do Projeto mais benéfico e que mais se enquadre no bairro do terreno selecionado pelo município.

O condomínio deve fugir ao máximo do padrão "COHAB" e "CDHU"…

Qual seria o Programa Habitacional ideal para Osasco?

Imagem
Desde a gestão Emídio, a Prefeitura de Osasco por meio da Secretaria de Habitação possui um Programa que seria essencial para cidades com um déficit habitacional pequeno. O programa atual consiste em retirar famílias de locais de risco e de áreas irregulares, inscrevê-las no programa “Bolsa Aluguel” (um valor de auxílio no custo de R$ 300,00 para ajudar essas famílias a pagar um aluguel) até a Prefeitura construir Conjuntos Habitacionais para alojar definitivamente tais famílias. Todavia, Osasco está longe de ter um déficit habitacional pequeno. No inicio, todos acharam a iniciativa essencial, mas com o passar do tempo fica difícil não perceber que a existência desse programa só fez o déficit aumentar, pois muitas famílias das cidades ao redor (e até mesmo de outros estados) migraram para Osasco em busca de um apartamento popular, pois é uma das únicas Prefeituras do país a doar o imóvel sem custo algum para as famílias de baixa renda.
A cidade têm quase 700 mil habitantes, e é o local …

Avenida dos Autonomistas: Um tesouro esquecido

Imagem
A Avenida dos Autonomistas é a maior Avenida arterial de Osasco, com seus 7 km de extensão, corta a cidade de ponta a ponta, passando pelos bairros Vila Yara, Vila Campesina, Centro, Bela Vista, Km 18 e Quitaúna. A via é utilizada por muitas pessoas que desejam ir para São Paulo, ou adentrar nas demais cidades da Região Metropolitana Oeste da Capital Paulista.

Antes de Osasco ser emancipada, a Autonomistas fazia parte da antiga estrada São Paulo - Itu, que começava originalmente na antiga ponte do Rio Pinheiros e terminava no Continental (atual bairro osasquense). Após a emancipação, a Avenida foi denominada de tal forma para homenagear o movimento dos emancipadores (denominado "Movimento dos Autonomistas"), que usaram essa via como ponto de partida para uma carreata que terminou no Vale do Anhangabaú, pressionando o Governo do Estado de São Paulo a aceitar a emancipação do então Sub distrito de Osasco. 


A dinâmica de Osasco gira em torno dessa Avenida, nela temos três Estaçõe…

Por que é importante "desfavelar" as áreas invadidas de Osasco?

Imagem
Historicamente políticos usam das pessoas humildes que precisam de residência para conseguir votos, favelizando diversos locais de Osasco. Desde a City Bussocaba até o Portal D'Oeste a favelização faz parte do dia a dia da população.

Pra começar, Favela não é um termo pejorativo. O termo Favela surgiu na época de Canudos, uma comunidade jesuíta autônoma, criada por Antônio Conselheiro que surgiu no sertão nordestino em um local onde era comum uma planta chamada favo, e com o tempo passaram a chamar a comunidade autônoma que não pagava impostos de Favela.

Voltando ...

Em média, segundo a Imobiliária Ribeirão Preto, um imóvel próximo à uma área invadida sofre um decréscimo de 55% em relação ao seu preço original, e empresas de grande porte evitam se instalar em áreas com favelização intensa, pois os índices de criminalidade e tráfico de drogas em tais locais costumam ser mais altos em relação à bairros que não sofrem com tal problema, segundo dados da Polícia Militar do Estado de São P…

Postagens mais visitadas deste blog

Manual para se entender um osasquense

O extremo potencial turístico de Osasco

E se a Zona Norte de Osasco virasse mesmo uma cidade?